ptenes

professores cordoba (9)A atuação acadêmica em outros países contribui para a formação de um profissional autônomo e globalizado, capaz de atuar e resolver problemas em qualquer lugar do mundo assim como permite a convivência com outras pessoas, estimulando a empatia, a tolerância, a solidariedade, o respeito pelo outro e a diversidade cultural, características necessárias ao trabalho de equipe.

Como parte do programa de mobilidade acadêmica da UninCor, os professores do Mestrado Profissional em Gestão, Planejamento e Ensino, Dra. Jocyare Cristina Pereira de Souza e Dr. Francisco do de Assis Carvalho, ministraram cursos, de 27 a 30 de agosto, na Universidad Nacional de Córdoba (UNC), na Argentina. Os profissionais brasileiros representaram a UninCor a convite do professor Richard Brunel Matias, da Faculdad de Lenguas da UNC.

Como convidado, o professor Francisco apresentou o curso de capacitação e aperfeiçoamento docente Gênero Editorial: da Tradição Retórica à Tradição Discursiva, enquanto que a professora Jocyare falou sobre A telenovela Dona Beija: perspectivas de leitura, análise e ensino e, segundo ela, ministrar o curso na Argentina foi um grande privilégio.

“Atendendo ao quesito Mobilidade Acadêmica dentro do processo de internacionalização da educação superior, pude estreitar meus laços com a Universidad Nacional de Córdoba que prioriza transformar-se em um centro acadêmico, com liderança nas relações acadêmicas que a Argentina estabelece com o sistema universitário internacional”.

Universidad Nacional de Córdoba (UNC)

Fundada em 1613 pelos jesuítas, a Universidad Nacional de Córdoba (UNC) é a mais antiga da Argentina e uma das mais prestigiadas do continente latinoamericano. No século XIX, a UNC passou a ser uma instituição pública e seu antigo campus universitário, composto por edifícios coloniais localizados no centro da cidade, foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Em seus quase 400 anos de existência, a universidade se transformou em um centro acadêmico com 12 faculdades e 98 institutos de pesquisa. Possui, além disso, 20 bibliotecas, 14 museus e dois observatórios astronômicos.