Voltar para a lista de cursos

estetica e cosmetica

 Informações Gerais 

    

Regime escolar: Semestral
Turno de funcionamento: Noturno
Integralização Curricular
Modalidade: Tecnólogo – Presencial
Tempo previsto: Mínimo 06 semestres e Máximo: 12 semestres
Carga horária total: 2.740 horas

 Perfil do Egresso 

   

O Tecnólogo em Estética e Cosmética formado pela UninCor será um profissional com formação humanista, crítica e reflexiva, pautado pelos princípios de respeito à diversidade cultural, étnico-racial e de gênero, preparado para atuar de forma autônoma ou multidisciplinar, junto a outros profissionais da saúde, na recuperação, melhoria e manutenção da saúde da pele, do rosto e do corpo, promovendo a qualidade de vida e a saúde das pessoas, com conhecimentos nas diversas áreas da estética, que incluem o domínio do uso de produtos, procedimentos, equipamentos e tecnologia cosmético-dermatológica na profilaxia e no tratamento das patologias faciais e corporais, elaboração de diagnóstico adequado para o tratamento correto dos diferentes casos, além de dominar conhecimentos básicos de gestão de serviços relacionados à estética corporal, facial e capilar.

 Objetivos 

O Tecnólogo em Estética e Cosmética graduado pela UninCor deverá atuar nas áreas da saúde e beleza, visando proporcionar melhor qualidade de vida à sociedade, por meio da promoção de educação de excelência, formação integral e exercício consciente da cidadania, capazes de exercer suas atividades nas diversas áreas de atuação de forma competente e segura.

 Habilidades e Competências 

Ao longo da formação do tecnólogo em Estética e Cosmética, serão construídas as seguintes competências e habilidades:

  • Atuar como profissional autônomo ou em equipe multidisciplinar, junto a dermatologistas, cirurgiões plásticos, nutricionistas e outros profissionais da área de saúde.
  • Gerenciar os serviços de estética e beleza, tendo uma visão mercadológica e de qualidade da prestação de serviços.
  • Reconhecer a necessidade de encaminhamento do cliente aos especialistas.
  • Identificar e analisar a adequação dos tipos de pele.
  • Reconhecer, avaliar e classificar a estrutura e função da pele, identificando biótipos cutâneos e classificando as alterações, lesões e afecções passíveis de intervenção estética.
  • Realizar anamnese detalhada para diagnóstico e indicação de tratamento estético.
  • Correlacionar a importância do hábito alimentar à saúde corporal.
  • Caracterizar e selecionar os procedimentos de prevenção de estrias, celulites, gordura localizada, discromias e demais alterações.
  • Correlacionar os cosméticos, materiais e equipamentos apropriados aos tratamentos estéticos.
  • Dominar os princípios de biossegurança e norma de vigilância sanitária nas técnicas de trabalho.
  • Identificar e aplicar técnicas de tratamento pré e pós-operatórios de cirurgia plástica facial e corporal, conforme indicação médica.
  • Trabalhar em equipes multidisciplinares.
  • Planejar e organizar o trabalho focando o atendimento integral à saúde e à qualidade dos serviços prestados.
  • Transformar informações mercadológicas em estratégias e projetos de negócios.
  • Pautar suas atitudes profissionais em princípios éticos sólidos, de inclusão e de respeito à diversidade cultural, étnico-racial e de gênero.

 Grade Curricular e Corpo Docente 

1º Período

Disciplinas
Anatomia Humana
Biologia Celular e Molecular
Bioquímica e Biofísica
Desenvolvimento do Pensamento Filosófico
Projeto Integrador I (Empreendedorismo,Liderança,Criatividade e Inovação)

2º Período

Disciplinas
Fisiologia Humana
Histologia, Embriologia e Genética
Biossegurança e Primeiros Socorros
Comunicação e Processo Científico
Projeto Integrador II (Responsabilidade Social, Educação Étnico-Racial)

3º Período

Disciplinas
Ciências Cosméticas Aplicadas a Estética
Avaliação em Estética
Métodos e Técnicas Manuais Aplicadas a Estética
Recursos Tecnológicos Aplicados a Estética
Sustentabilidade e Desenvolvimento
Projeto Integrador III (Meio Ambiente e Sustentabilidade)
Estágio Supervisionado I

                                     

4º Período

Disciplinas
Técnicas Aplicadas a Cosmetologia Corporal e Facial
Patologia Aplicada
Métodos e Técnicas Aplicadas ao Pré e Pós-operatório
Técnicas de Embelezamento
Desenvolvimento Social e Humano
Projeto Integrador IV
Estágio Supervisionado II

5º Período

Disciplinas
Clínica de Estética Facial Integrada
Terapias Alternativas Aplicada a Estética
Cosmética e Estética dos Anexos Cutâneos
Administração Mercadológica
Projeto Integrador V
Trabalho de Conclusão de Curso I
Estágio Supervisionado III

6º Período

Disciplinas
Clínica de Estética Corporal Integrada
Optativa
Bioética e Deontologia
Ciências Políticas e Políticas Contemporâneas
Projeto Integrador IV
Trabalho de Conclusão de Curso II
Estágio Supervisionado IV

Corpo Docente

Docente
Adauto Mendes Bernardes Junior
Babieli Corsini Baccoli
Bruno Mendes
Cilene Margarete Pereira
Evanice Geralda da Costa
Fernanda Augusta Marques Pinheiro
Gislaine da Silva Andrade
Jocyare Cristina Pereira de Souza
Leticia Rodrigues 
Luciano Marcos Dias Cavalcanti
Luís Alberto da Silva
Luiza Procópio Sarrápio
Luiz Antonio Andriatta Ayres
Eliane Feitosa
Maria Celina da Piedade Ribeiro
Mauricio Cezar Resende Leite Junior
Patrícia de Carvalho
Simone Catarina Silva Archanjo
Tarise Carvalho Borges de Moraes
Terezinha Richartz
Viviane de Fátima Silva Pessoa

                          

         

   

 Formas de Avaliação

A Avaliação do Rendimento Acadêmico se dá a partir de dois aspectos: o aproveitamento escolar e assiduidade.

Quanto ao aspecto da assiduidade, permanece a exigência legal, já conhecida por todos: é considerado aprovado o aluno com frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária prevista para cada componente curricular.

Quanto ao aspecto da avaliação do aproveitamento, em termos de aprendizagem, ficam instituídas as seguintes modalidades de avaliações:

VA - Verificação de Aprendizagem – trata-se de avaliação individual, escrita e/ou prática observada a natureza do componente curricular, referente ao conteúdo programático cumulativo, prevista em calendário específico.

OAt -Outras Atividades – obtida por meio de verificação do rendimento do aluno em atividades (individual ou em grupo), de investigação (pesquisa, iniciação científica, práticas investigativas), de extensão, trabalhos de campo, seminários, resenhas, fichamentos e outras formas de verificações previstas no Plano de Ensino do Professor, respeitado o Calendário Acadêmico, traduzidas em notas. No caso de trabalho em grupo, deverá ser considerado o desempenho individual de cada aluno.

VS – Verificação Substitutiva – avaliação escrita com conteúdo cumulativo, referente a todo o semestre letivo, ofertada ao aluno que a requerer, destinada a substituir apenas uma (01) das VAs perdida pelo mesmo.

VF – Verificação Final – avaliação escrita com conteúdo cumulativo referente a todo o semestre letivo, ofertada após o encerramento do semestre letivo, ao aluno que a requerer, desde que o resultado obtido nas avaliações anteriores tenha sido inferior a 60 pontos e igual ou maior que 40.

Pontuação e Critérios para Apuração da Avaliação do Rendimento Escolar

As VAs – Verificações de Aprendizagem serão em número de três (03) no semestre letivo, em cada componente curricular e com as seguintes pontuações:

  • VA 1 = 15 pontos
  • VA 2 = 25 pontos
  • VA 3 = 35 pontos

As OAts – Outras Atividades terão o valor total de 25 pontos, os quais poderão ser distribuídos em várias atividades, a critério do professor do componente curricular.

A apuração dos resultados da avaliação da aprendizagem é assim processada:

  • NS – Nota Semestral – resultado obtido pelo somatório das VAs (Verificações de Aprendizagem) + OAt -Outras Atividades.
  • RF – Resultado Final – é o resultado da avaliação da aprendizagem obtido pelo aluno por meio da média aritmética simples entre os resultados da Nota Semestral (NS) e Verificação Final (VF), em cada componente curricular, cuja pontuação mínima de aprovação deve ser de 60 pontos.

As médias dos alunos serão calculadas de forma automática pelo Sistema Acadêmico, permitindo-se arredondamento.

 Autoavaliação

A UninCor conta com uma Comissão Própria de Avaliação – CPA, autônoma na forma da lei e independente de vínculo com qualquer órgão colegiado ou diretivo da universidade, com as atribuições de condução dos processos de avaliação internos, de sistematização e de prestação das informações, visando à constante melhoria da qualidade do ensino ministrado.

A CPA é constituída, tanto a composição quanto a coordenação, por ato da Reitoria ou por previsão no seu próprio regulamento, assegurada a participação de todos os segmentos da comunidade universitária e da sociedade civil organizada, e vedada a composição que privilegie a maioria absoluta de um dos segmentos.

Serão etapas da auto avaliação do curso:

  • Definição de indicadores e fontes para a compreensão do diagnóstico.
  • Definição dos instrumentos a serem utilizados.
  • Desenvolvimento da auto avaliação.
  • Identificação de problemas e conquistas.
  • Identificação de soluções.
  • Divulgação e discussão dos resultados.
  • Elaboração de Plano de Ação.
  • Acompanhamento / Controle.

 Formas de Acesso

Enem

A modalidade de ingresso via ENEM se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A modalidade de acesso via ENEM contemplará os candidatos que quiserem utilizar sua nota de um dos 4 últimos exames aplicados do ENEM. O candidato deverá informar o ano de realização do ENEM e a nota obtida na redação, que será validada automaticamente pelo sistema.

Provas On-line

A modalidade de ingresso via prova online está disponível para todos os cursos de graduação ofertados, tanto presenciais como a distância. A Prova Online é composta de uma prova de redação a ser realizada online que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório.

Provas Agendadas

A modalidade de ingresso via prova agendada se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A Prova Agendada é composta de uma prova de redação a ser realizada em data previamente escolhida pelo candidato que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório.

Vestibular Tradicional

A modalidade de ingresso via prova tradicional se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A Prova Tradicional é composta de uma prova objetiva de 30 questões de múltipla escolha e uma redação, que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório