Voltar para a lista de cursos
 educacao fisica licenciatura

 Informações Gerais 

    

Regime escolar: Semestral
Turno de funcionamento: Noturno

Integralização Curricular
Modalidade: Licenciatura – Presencial
Tempo previsto: Mínimo 06 semestres e Máximo: 12 semestres
Carga horária total: 2.966 horas

 Perfil do Egresso 

   

De acordo com o Projeto Pedagógico Institucional da UninCor, os cursos de graduação devem priorizar a formação de profissionais, que: “estejam preparados para atender as demandas do exercício profissional específico, que saiba mobilizar conhecimentos, transformando-os em ação, que saiba avaliar criticamente a própria atuação e o contexto em que atua e que saiba, também, interagir cooperativamente com a comunidade profissional a que pertence e com a sociedade, conforme preconiza o Parecer CNE/CP 09/2001”.

Desta maneira, o Curso de Licenciatura em Educação Física busca a formação de profissionais capazes de:

  • Articular ensino e pesquisa, e de forma dialética utilizar teoria e prática nas suas ações pedagógicas, tratando as relações de aprendizagem como objeto de investigação;
  • Atuar com discernimento ético, distinguindo-se pela sua responsabilidade social, profissional e pela compreensão do papel da educação na sociedade;
  • Articular ensino e pesquisa, e de forma dialética utilizar teoria e prática nas suas ações pedagógicas, tratando as relações de aprendizagem como objeto de investigação;
  • Pesquisar, conhecer, compreender, analisar, avaliar a realidade social para nela intervir, por meio das manifestações e expressões do movimento humano, tematizadas, com foco nas diferentes modalidades do exercício físico, da ginástica, do jogo, do esporte, da luta/arte marcial, da dança, visando a formação, a ampliação e enriquecimento cultural da sociedade para aumentar as possibilidades de adoção de um estilo de vida fisicamente ativo e saudável.
  • Dominar os conhecimentos conceituais, procedimentais e atitudinais específicos da Educação Física e aqueles advindos da ciência afins, orientados por valores sociais, morais, éticos estéticos próprios de uma sociedade plural e democrática.
  • Acompanhar as transformações acadêmico-científicas da Educação Física e de áreas afins mediante análise critica da literatura especializada com o propósito de contínua atualização e produção acadêmico-profissional.
  • Utilizar recursos da tecnologia da informação e da comunicação de forma a ampliar e diversificar as formas de interagir com as fontes de produção e de difusão de conhecimentos específicos da Educação Física e de áreas afins, com o propósito de contínua atualização e produção acadêmica profissional.

 Objetivos 

Formar professores de Educação Física para atuar na docência das etapas de ensino básico: Educação Infantil, no Ensino Fundamental e no Ensino Médio, com discernimento e fundamentado na interação e integração da Educação Física no contexto escolar. 

 Habilidades e Competências 

  • Compreender e dominar os conhecimentos conceituais, procedimentais e atitudinais específicos da Educação Física e aqueles advindos das ciências afins, orientados por valores sociais, morais, éticos e estéticos próprios de uma sociedade plural e democrática.
  • Pesquisar, conhecer, compreender, analisar e avaliar a realidade social para nela intervir acadêmica e profissionalmente, por meio das manifestações e expressões do movimento humano, com foco nas diferentes formas e modalidades do exercício físico, da ginástica, do jogo, do esporte, da luta/arte marcial, da dança, visando a formação, a ampliação e o enriquecimento cultural da sociedade, para aumentar as possibilidades de adoção de um estilo de vida fisicamente ativo e saudável.
  • Intervir acadêmica e profissionalmente de forma deliberada, adequada e eticamente balizada nos campos da prevenção de problemas de agravo da saúde; promoção, proteção e reabilitação da saúde, da formação cultural, da educação e da reeducação motora, do rendimento físico-esportivo, do lazer, da gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas, além de outros campos que oportunizem ou venham a oportunizar a prática de atividades físicas, recreativas e esportivas.
  • Participar, assessorar, coordenar, liderar e gerenciar equipes multiprofissionais de discussão, de definição e de operacionalização de políticas públicas e institucionais nos campos da saúde, do lazer, do esporte, da educação, da segurança, do urbanismo, do ambiente, da cultura, do trabalho, dentre outros.
  • Diagnosticar os interesses, as expectativas e as necessidades das pessoas (crianças, jovens, adultos, idosos, pessoas portadoras de deficiências, de grupos e comunidades especiais) de modo a planejar, prescrever, ensinar, orientar, assessorar, supervisionar, controlar e avaliar projetos e programas de atividades físicas, recreativas e esportivas nas perspectivas da prevenção, da promoção, da proteção e da reabilitação da saúde, da formação cultural, da educação e da reeducação motora, do rendimento físico-esportivo, do lazer e de outros campos que oportunizem ou venham a oportunizar a prática de atividades físicas, recreativas e esportivas.
  • Conhecer, dominar, produzir, selecionar, e avaliar os efeitos da aplicação de diferentes técnicas, instrumentos, equipamentos, procedimentos e metodologias para a produção e a intervenção acadêmico-profissional em Educação Física nos campos da prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, da formação cultural, da educação e reeducação motora, do rendimento físico-esportivo, do lazer, da gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas, além de outros campos que oportunizem ou venham a oportunizar a prática de atividades físicas, recreativas e esportivas.
  • Acompanhar as transformações acadêmico-científicas da Educação Física e de áreas afins, mediante a análise crítica da literatura especializada, com o propósito de contínua atualização e produção acadêmico-profissional.
  • Utilizar recursos da tecnologia da informação e da comunicação, de forma a ampliar e diversificar as formas de interagir com as fontes de produção e de difusão de conhecimentos específicos da Educação Física e de áreas afins, com o propósito de contínua atualização e produção acadêmico-profissional.

Contribuir na construção de saberes coletivos sobre seus alunos, a escola e a educação.

  Grade Curricular e Corpo Docente 

Grade Curricular

1º Período

Disciplinas
Anatomia Humana
Bioquímica e Biofísica
Esportes Coletivos I
Desenvolvimento do Pensamento Filosófico
Lazer e Recreação
Projeto Integrador I – (Empreendedorismo, Liderança, Criatividade e Inovação)
Pratica de Formação I – Conhecimento da Escola
Atividades Complementares

2º Período

Disciplinas
Fisiologia Humana
Esportes Individuais I
Esportes Coletivos II
Comunicação e Processo Cientifico
Projeto Integrador II – Responsabilidade Social, Educação Étnico Racial
Pratica de Formação II – O planejamento do ensino
Atividades Complementares

3º Período

Disciplinas
Didática e Planejamento
Esportes Individuais II
Esportes Coletivos III
Cinesiologia Humana
Desenvolvimento Social e Humano
Projeto Integrador III – Meio Ambiente e Sustentabilidade)
Pratica de Formação III – O ensino Infantil
Atividades Complementares

4º Período

Disciplinas
Historia da Educação Física e Esportes
Metodologia da Educação Física e dos Esportes
Esportes Individuais III
Atividades Rítmicas
Esportes Coletivos IV
Sustentabilidade e Desenvolvimento
Projeto Integrador IV – Primeiros Socorros
Pratica de Formação IV – Ensino Infantil II
Atividades Complementares

5º Período

Disciplinas
Psicologia da Educação
Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS)
Jogos, Brinquedos e Brincadeiras
Educação Física Escolar I
Filosofia e Sociologia da Educação
Ciência Política e Políticas Contemporâneas
Pratica de Formação V – O ensino fundamental I (1º ao 5º ano)
Estagio Supervisionado I ( o planejamento escolar e o ensino infantil I e II)
Atividades Complementares

6º Período

Disciplinas
Educação Física e Saúde
Educação Física para pessoas com deficiência
Aprendizagem Motora e Comportamento Motor
Educação Física Escolar II
Gestão Educacional dos Sistemas de Ensino
Medidas e Avaliações
Pratica de Formação VI – Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano)
Estágio Supervisionado II (o ensino fundamental)
Atividades Complementares

7º Período

Disciplinas
Educação Afro-Brasileira e Étnico Racial
Tecnologia da Educação
Administração e Organização de Eventos Esportivos
Política e Organização Escolar
Estagio Supervisionado III (o ensino médio)
Fisiologia do Esforço
Trabalho de Conclusão de Curso I (TCC I)
Pratica de Formação VII – Ensino Médio
Atividades Complementares

8º Período

Disciplinas
Educação Inclusiva
Estagio Supervisionado IV – Escolas Especiais e Educação de Jovens e Adultos
Nutrição Aplicada à Educação Física
Optativas
Prática de Formação VII I– Escolas Especiais
Prática de Formação IX – Iniciação Esportiva e Esportes Coletivos
Trabalho de Conclusão de Curso II (TCC II)
Atividades Complementares

Corpo Docente

  

Docente
Cilene Margarete Pereira
Deborah Regina Silva Guimarães
Eloisa Magela Mendonça
Graziella Patrício Pereira Garcia
Helder Francis Lima Araújo
Jean Peter Alves Batista
Jocyare Cristina Pereira de Souza
José Araujo de Souza
Leticia Rodrigues da Fonseca
Luciano Marcos Dias Cavalcantti
Luiz Antônio Andriatta Ayres
Mauricio Cezar Resende Leite Junior
Pedro Carlos Ferreira Santos
Rosa Maria de Oliveira Lima
Sergio Ricardo Magalhães
Terezinha Richartz Santana

 Formas de Avaliação 

A Avaliação do Rendimento Acadêmico se dá a partir de dois aspectos: o aproveitamento escolar e assiduidade.

Quanto ao aspecto da assiduidade, permanece a exigência legal, já conhecida por todos: é considerado aprovado o aluno com frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária prevista para cada componente curricular.

Quanto ao aspecto da avaliação do aproveitamento, em termos de aprendizagem, ficam instituídas as seguintes modalidades de avaliações:

VA - Verificação de Aprendizagem – trata-se de avaliação individual, escrita e/ou prática observada à natureza do componente curricular, referente ao conteúdo programático cumulativo, prevista em calendário específico.

OAt -Outras Atividades – obtida por meio de verificação do rendimento do aluno em atividades (individual ou em grupo), de investigação (pesquisa, iniciação científica, práticas investigativas), de extensão, trabalhos de campo, seminários, resenhas, fichamentos e outras formas de verificações previstas no Plano de Ensino do Professor, respeitado o Calendário Acadêmico, traduzidas em notas. No caso de trabalho em grupo, deverá ser considerado o desempenho individual de cada aluno.

VS – Verificação Substitutiva – avaliação escrita com conteúdo cumulativo, referente a todo o semestre letivo, ofertada ao aluno que a requerer, destinada a substituir apenas uma (01) das VAs perdida pelo mesmo.

VF – Verificação Final – avaliação escrita com conteúdo cumulativo referente a todo o semestre letivo, ofertada após o encerramento do semestre letivo, ao aluno que a requerer, desde que o resultado obtido nas avaliações anteriores tenha sido inferior a 60 pontos e igual ou maior que 40.

Pontuação e Critérios para Apuração da Avaliação do Rendimento Escolar

As VAs – Verificações de Aprendizagem serão em número de três (03) no semestre letivo, em cada componente curricular e com as seguintes pontuações:

  • VA 1 = 15 pontos
  • VA 2 = 25 pontos
  • VA 3 = 35 pontos

As OAts – Outras Atividades terão o valor total de 25 pontos, os quais poderão ser distribuídos em várias atividades, a critério do professor do componente curricular.

A apuração dos resultados da avaliação da aprendizagem é assim processada:

  • NS – Nota Semestral – resultado obtido pelo somatório das VAs (Verificações de Aprendizagem) + OAt -Outras Atividades.
  • RF – Resultado Final – é o resultado da avaliação da aprendizagem obtido pelo aluno por meio da média aritmética simples entre os resultados da Nota Semestral (NS) e Verificação Final (VF), em cada componente curricular, cuja pontuação mínima de aprovação deve ser de 60 pontos.

As médias dos alunos serão calculadas de forma automática pelo Sistema Acadêmico, permitindo-se arredondamento.

Oportunidades de Recuperação da Aprendizagem

A recuperação de aprendizagem é processual e se dará durante o período letivo, sendo realizada por meio de OAt - Outras Atividades e/ outros meios que o professor definir em seu planejamento.

  Autoavaliação 

A UninCor conta com uma Comissão Própria de Avaliação – CPA, autônoma na forma da lei e independente de vínculo com qualquer órgão colegiado ou diretivo da universidade, com as atribuições de condução dos processos de avaliação internos, de sistematização e de prestação das informações, visando à constante melhoria da qualidade do ensino ministrado.

A CPA é constituída, tanto a composição quanto a coordenação, por ato da Reitoria ou por previsão no seu próprio regulamento, assegurada a participação de todos os segmentos da comunidade universitária e da sociedade civil organizada, e vedada a composição que privilegie a maioria absoluta de um dos segmentos.

Serão etapas da auto avaliação do curso:

  • Definição de indicadores e fontes para a compreensão do diagnóstico.
  • Definição dos instrumentos a serem utilizados.
  • Desenvolvimento da auto avaliação.
  • Identificação de problemas e conquistas.
  • Identificação de soluções.
  • Divulgação e discussão dos resultados.
  • Elaboração de Plano de Ação.
  • Acompanhamento / Controle.

 Formas de Acesso  

Enem

A modalidade de ingresso via ENEM se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A modalidade de acesso via ENEM contemplará os candidatos que quiserem utilizar sua nota de um dos 4 últimos exames aplicados do ENEM. O candidato deverá informar o ano de realização do ENEM e a nota obtida na redação, que será validada automaticamente pelo sistema.

Provas On-line

A modalidade de ingresso via prova online está disponível para todos os cursos de graduação ofertados, tanto presenciais como a distância. A Prova Online é composta de uma prova de redação a ser realizada online que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório.

Provas Agendadas

A modalidade de ingresso via prova agendada se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A Prova Agendada é composta de uma prova de redação a ser realizada em data previamente escolhida pelo candidato que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório.

Vestibular Tradicional

A modalidade de ingresso via prova tradicional se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A Prova Tradicional é composta de uma prova objetiva de 30 questões de múltipla escolha e uma redação, que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório