ptenes

Programa

A proposta do Mestrado em Letras - Linguagem, Cultura e Discurso tem como principal parâmetro o perfil dos que aspiram ao título de Mestre na região sul de Minas Gerais e adjacentes, muitos dos quais já exercem o magistério de língua e literatura em escolas do ensino fundamental, médio e superior. Seus objetivos centrais são qualificar e aprimorar profissionais para a docência na área de Letras, desenvolver projetos relativos às suas linhas de pesquisa e recuperar para o meio acadêmico e para a comunidade local a história linguística, cultural e literária da região de Três Corações. O Programa concilia o interesse acadêmico por especificidades locais com questões de natureza global. Sua proposta pedagógica enfatiza a importância das singularidades sociais, históricas e políticas para a compreensão e o planejamento adequado das múltiplas modalidades de ensino e pesquisa sobre linguagem, cultura e discurso. Propõe-se uma investigação sistemática das práticas discursivas, tanto eruditas quanto populares e de massa, mediante o uso de instrumental teórico contemporâneo, sem atribuição prévia de valor aos objetos de estudo. Contemplam-se formas diversificadas de analisar os fenômenos discursivos, de modo a ultrapassar as fronteiras entre os diferentes campos do saber. A natureza interdisciplinar do Programa fundamenta-se no princípio segundo o qual a linguagem é processo de interlocução ativa e espaço de constituição histórica do sujeito. Nesse sentido, propõe-se a articulação entre Estudos Linguísticos e Literários, privilegiando-se o trânsito interdisciplinar por diferentes áreas do saber, a fim de redimensionar o entendimento das práticas discursivas atuais.

O corpo docente é formado por professores-pesquisadores das áreas de Estudos Linguísticos e Literários, com comprovada experiência docente e produção intelectual qualificada, provindos de diferentes universidades do país. Cerca de 50% dos professores já concluíram ou estão realizando estágio pós-doutoral e mais 70% se dedicam integral e exclusivamente às atividades do Programa, conforme previsto no documento da área de Letras e Linguística da Capes. Na composição do quadro docente, não mais de 30% deste é formado por professores colaboradores que atuam, juntamente com os permanentes, na docência da Graduação e da Pós-Graduação. Todos os docentes permanentes são responsáveis por projetos de pesquisa e por orientações de dissertações de Mestrado ao longo do quadriênio e são membros dos Grupos de Pesquisa do Programa, bem como fazem parte de comissões e conselhos editoriais.

Histórico

Desde sua criação, em 2003, Programa desenvolveu uma série de ações e políticas voltadas para sua consolidação e inserção social. Ainda neste ano, começaram a ser ministrados, pelos docentes do Programa, diferentes cursos de Especialização em Letras, voltados para alunos que por motivos diversos ainda não podiam ingressar no Mestrado. Desde esse mesmo ano, foram implantados e desenvolvidos vários projetos de Iniciação Científica, envolvendo um grande número de alunos de Licenciatura em Letras e de outros cursos da universidade nas pesquisas dos docentes e favorecendo a integração do Programa com a Graduação. Neste mesmo ano, criou-se o Núcleo Interdisciplinar de Estudos da Linguagem (NIEL), com o objetivo de integrar pesquisadores de diferentes níveis e formação realizando atividades como seminários, debates, exibições comentadas de filmes e leituras de textos teatrais.

No ano de 2004, o curso de Extensão Língua Materna e Ensino foi ofertado gratuitamente aos docentes da rede pública municipal de Três Corações e outros professores da região. Também em 2004, os docentes do Programa organizaram dois grupos de pesquisa, intitulados "Textualidades Contemporâneas" e "Linguagem e Comunicação", que foram cadastrados no Diretório de Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), articulando trabalhos de investigação e promovendo eventos anuais.

Em 2010, com a reorganização do Programa e a chegada de novos docentes, os grupos de pesquisas foram remodelados para atender as duas linhas de pesquisa do programa:

1. Discurso e Produção de Sentido;

2. Literatura, História e Cultura.

Relacionado à primeira está o grupo Logos - Estudos de Língua, Linguagem e Discurso; e à segunda, Minas Gerais - Diálogos. Ambos estão cadastrados no diretório de Grupo de Pesquisas do CNPq e têm, em sua rede de pesquisadores, docentes de outras instituições do país, promovendo o diálogo entre seus pares e aprofundando as relações institucionais. Como os dois grupos de pesquisa priorizam objetos regionais e locais como corpus de pesquisa, tem se intensificado o diálogo com Universidades mineiras (Sul, Norte, Centro de Minas e Triângulo), interessadas em características particulares da linguagem e da literatura do Estado.

Desde sua criação (2003) até o ano de 2008, o Programa promoveu, anualmente, dois eventos acadêmicos, o Simpósio de Linguagem, Cultura e Discurso e o Colóquio de Letras, sempre com a participação de seus docentes e discentes e de professores e intelectuais de renome nacional. Em abril de 2007, o Simpósio de Linguagem, Cultura e Discurso, um evento intramuros, embora recebesse intelectuais de renome nacional, abriu suas portas transformando-se em 3.º Simpósio Nacional de Letras (3.º SINAL), com uma programação de palestras, conferências e mesas-redondas ministradas por professores e pesquisadores de grandes universidades brasileiras e com inscrições abertas para pesquisadores e professores apresentarem suas pesquisas nas modalidades pôster, comunicação individual e coordenada. Em abril de 2008, aconteceu o 4.º SINAL e o 1.º Simpósio Internacional de Letras, com presença de 04 professores estrangeiros e muitos professores e pesquisadores nacionais, graças ao financiamento do CNPq e da Fapemig.

Dando continuidade à promoção de eventos científicos, em 2011, o Programa criou o Encontro Tricordiano de Linguística e Literatura com o objetivo de, em um novo formato, fomentar a troca de experiências com pesquisadores de outras Instituições de Ensino Superior e de Centros de Pesquisa de todo o país. A intenção era, naquele momento, consolidar a experiência de pesquisa no âmbito nacional, tornando o Mestrado em Letras da UNINCOR espaço de discussão de pesquisas em andamento. A cada edição do Encontro Tricordiano de Linguística e Literatura são ofertados minicursos, palestras, seminários, mesas redondas e de comunicações, além de lançamentos de livros (de pesquisadores participantes e de docentes do programa) e eventos culturais, dando prioridade aqueles que valorizem as expressões culturais da localidade. Desde 2012, o Encontro Tricordiano conta com site, alocado na página do Mestrado em Letras: http://portal.unincor.br/index.php/eventos

O Programa publica duas revistas científicas: Recorte - Revista de Linguagem, Cultura e Discurso e Memento. A primeira reúne artigos de pesquisadores doutores e/ou doutorandos da área de Letras e é publicada desde 2º semestre de 2004. Em 2009, foi criada a Revista Memento, dedicada a pesquisadores em formação (mestrandos e mestres). As revistas foram qualificadas, em 2015, como B2 e B4, respectivamente, e utilizam a plataforma SEER. Disponível em http://portal.unincor.br/index.php/revistas 

Intensificando suas ações, desde 2013 o Programa tem se dedicado a oferta de cursos de extensão e capacitação docente e projetos de extensão, voltados para as comunidades local e acadêmica. Desde então, já foram ofertados dezenas de cursos que compõem uma grade rica, diversificada e atualizada na área de linguagem, cultura e discurso, dentre os quais se destacam estudos comparativos entre música, literatura e artes plásticas; estudos semióticos; análises de discursos midiáticos; preparatórios para ENADE e ENEM; estudos de cultura e língua; metodologia de pesquisa e artigo científico; estudos literários e práticas de sala de aula; discursos e práticas sociais, literatura infanto-juvenil, gêneros e letramento literário, etc. Estas informações estão disponíveis em http://portal.unincor.br/index.php/extensao-mestrado-mestrado-em-letras

Todas essas ações vêm contribuindo de modo bastante significativo para o desenvolvimento da cultura acadêmica e para o crescimento da pesquisa e da capacitação docente na região na qual se localiza o Programa. Graças a esse intenso trabalho, o Programa de Mestrado em Letras - Linguagem, Cultura e Discurso obteve o reconhecimento do Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais, ainda no ano de 2003, e a recomendação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no ano de 2004. Essa recomendação foi ratificada pela CAPES em 2007, após a 1.ª avaliação trienal (2004 a 2006); em 2010, após a 2.ª avaliação trienal (2007 a 2009) e em 2013, depois da 3.ª avaliação trienal (2010-2012).